Feliz Ano Novo, de novo 

1/4

Espetáculo nos moldes do Teatro dos Sentidos

O Teatro dos Sentidos é uma técnica de encenação teatral, ou simplificando, um jeito diferente de fazer teatro criado para uma plateia de cegos, que pela deficiência perdem no teatro, TV e cinema: as ações físicas, expressões faciais ou simplesmente informações visuais.  Já o público que enxerga usa vendas durante as apresentações, ficando em iguais condições e descobrindo a infinidade de prazeres ao se aguçar os sentidos mais adormecidos.

 

Criado por uma brasileira e carioca - Paula Wenke - o Teatro dos Sentidos e realizado anualmente desde 2012, já realizou temporadas na cidade do Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte. A técnica é caracterizado  pela utilização de textos originais ou particularmente adaptados para que haja total compreensão da história, e a máxima estimulação dos sentidos remanescentes (audição, olfato, paladar e tato), suprimindo a visão.

 

Paula Wenke  começou as suas pesquisas, em 1997, com seus alunos da Casa da Gávea, Rio de Janeiro.  A Intravisão é estimulada pelos outros sentidos e por textos ricos em ação, múltiplos cenários sugeridos, comicidade, romance e reflexão, dando dinamismo à história representada. O público  cria suas próprias imagens a partir da memória e até mesmo do inconsciente, gerando uma enorme gama de emoções profundas e intensas. Para tanto, temos atores chamados atores/provocadores que são devidamente treinados para executarem tais estímulos geradores desta enorme riqueza de sensações.

A crítica nacional e internacional considerou o Teatro dos Sentidos como das criações mais relevantes em termos de encenação dos últimos tempos. 

Sinopse:

Gabriel é filho adolescente de Roberto, Comandante da Marinha e viúvo. O rapaz encontra um livro de Vinicius de Moraes com uma dedicatória romântica de uma mulher misteriosa que assina “Dama do Mar”, e pergunta ao pai sobre ela. O Comandante acaba por relembrar o único encontro dos dois em uma noite de Réveillon, baile de máscaras e fantasia. Gabriel, também apaixonado por uma coleguinha de escola, pode mudar o rumo da história romântica de seu PAI que nunca mais viu esta mulher que o marcou tanto.

Ficha Técnica

 

Concepção, texto e direção

Paula Wenke


Elenco

Paula Wenke, Ana Felipe, Oscar Capucho e grande elenco.


Trilha sonora

Paula Wenke

 

Programadora visual

Ivison Spezani


Gerente de Produção

Francine Fonteles


Assessoria de Imprensa

Kassu Produções

Diretor de Produção

Luiz Prado

Temporada​

Teatro Maria Clara Machado

Planetário

19 Agosto a 09 Outubro 2016